Chuvas criam caos em São Paulo

by

mayra-gaia-foto.jpg

Com o verão, o clima quente e seco que se estabelece sobre a cidade de São Paulo faz com que a proporção de chuva aumente consideravelmente. O volume e a intensidade dessas chuvas faz com que muitos bairros fiquem alagados rapidamente, pois nestes lugares os bueiros não tem estrutura para suportar tal quantidade. Nesses dias a vida do paulistano vai de complicada para caótica. As ruas ficam intransitáveis por causa de pontos alagados, o trânsito que já é um problema diário fica ainda mais lento e as chances de acidentes aumentam progressivamente, ruas ficam sem energia elétrica e algumas pessoas têm as suas vidas e pertences arrastados pela enxurrada.

Até mesmo os cidadãos que utilizam trens e metrôs são prejudicados pela a chuva excessiva já que toda vez que chove abundantemente em São Paulo é adotada como medida de segurança a diminuição de velocidade das máquinas. O risco de doenças também aumenta com as chuvas. O mosquito da dengue, por exemplo, deposita seus ovos na água parada e quanto mais água mais focos ele encontra. A leptospirose, que é transmitida pela urina de ratos, também se torna um problema já que muitos bueiros alagam e fazem com que os ratos comecem a subir pelos ralos das residências.

As mudanças climáticas, que estão ocorrendo descontroladamente nos últimos anos, são causadas principalmente pelos danos que o homem está produzindo no meio ambiente. Hoje, o que chove em um dia estava previsto para chover em todo o mês e os efeitos são desastrosos, isso algumas vezes pode servir de reflexão para as pessoas que não se importam em poluir contribuindo para o aquecimento global, ou em jogar lixo nas ruas entupindo os bueiros que vão transbordar e fazer com que a água invada comércios e casas.

Por Mayra Gaia
Exercício: 25/02/08
Tema: Chuvas

Tags: , ,

14 Respostas to “Chuvas criam caos em São Paulo”

  1. GilbertoG Says:

    A professora e a aluna merecem um puxão de orelha por ilustrar o texto com uma imagem sem nenhuma relação com o texto! Professora, ponha seus alunos para correr a cidade, ver de perto o que provoca as inundações e faça-os produzir imagens condizentes. Afinal, com as digitais, o foto-jornalismo ficou muito mais acessível. Jornalismo neles!

  2. professorarenata Says:

    Caro Gilberto, agradeço o comentário e também acho que os alunos têm tudo para produzir reportagens na rua, com digital na mão e texto à altura do que SP precisa. Como este é apenas um laboratório, no entanto, o ponto do exercício era aprender a editar texto com imagem e o tempo usado foi cerca de 1h durante a aula mesmo. Tenho certeza que os alunos e eu ficaremos de olho no seu puxão de orelha para o trabalho final do semestre, a conferir.

  3. GilbertoG Says:

    Professora, como provocador nato, não poderia deixar de ir à tréplica: todo exercício é válido, mas quanto mais fundamentado melhor será seu resultado. Numa rápida pesquisa pela rede os alunos poderiam obter fotos relacionadas que poderiam ser usadas com o devido link tornando assim o exercício de “jornalismo online” ainda mais eficiente.

  4. professorarenata Says:

    Certo, Gilberto. Mas mais uma vez essa opção foi descartada. É importante praticar o respeito ao direito autoral. Assim, a aula foi precedida por uma explicação de que nem toda foto achada na web pode ser usada livremente. Daí o uso das fotos do Morguefile, indicado nos nossos links de pesquisa, que reúne fotógrafos que doam suas fotos para uso não-comercial.

  5. lincoln83 Says:

    Boa Gilberto e boa professora, pois a disciplina não deve ater-se somente a orientações dentro do laboratório, mesmo por que os alunos estão esperando há tempos por este semestre com matérias práticas, chega de teoria, estamos doidos para colocar a mão na massa e não podemos nos limitar ao que diz no tutorial da matéria. CHEGA DE ROTEIROS E LIMITAÇÕES.

  6. manoelauva Says:

    Eu acho que o texto tem uma visão muito superficial. Ele ficaria mais interessante se se aprofundasse mais em algum tema. Ex: doenças causadas pela chuva, transtornos do trânsito etc.
    Entrevistas também seriam bem válidas.

  7. paulopaulopaulo Says:

    Acredito que imagem e texto se casam como um só no jornalismo da Web. Quanto mais interativa a notícia, mais atenção ela chama.
    Mesmo assim o texto segue padrões comuns do jornalismo. Erros acontecem e estamos aqui para aprender. Certo Lincoln?

    Grato pela atenção

  8. deh08 Says:

    Acho fundamental quando a ilustração casa com o texto. Não adianta ter um texto bom e a ilustração não ter muito sentido.

  9. viniciusfreitas Says:

    Caros Colegas,

    Super válido o debate, acredito que por estarmos aprendendo, errar é “normal”, esse é um exercício aberto, portanto a Mayra tinha liberdade para publicar a foto que mostre a essência do seu texto.
    Lincon, concordo estava mais que na hora de termos disciplinas práticas.

  10. raquelgomes Says:

    O texto ficou muito bom. Parabéns!

  11. lucasbegali Says:

    Legal, seu texto.

  12. josiecarmo Says:

    Acho que em se tratando do primeiro exercício, é totalmente possível relevar o não casamento texto-imagem. Quanto ao texto, achei extremamente bem escrito e coerente .

    Parabéns Mayra

  13. professorarenata Says:

    Ah Lincoln, quando inventarem tecnologia sem ler o manual, vamos poder nos livrar dos nossos roteiros de atividade. Enquanto isso, aproveitem. Sigam o roteiro mas tentem inovar dentro das regras. Isso é que faz a diferença.

  14. Pedro Penido Says:

    Também gostei deste e de outros posts. Só acho que aproveitando as vantanges da web2.0. poderiam alinhar o texto à uma estrutura informacional mais variada, com links para variados pontos e serviços distintos. Tal trabalho exigiria maior pesquisa, mas valeria a pena. Que tal?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: