A transposição do Velho Chico

by

Participe!

O projeto de transposição das águas do Velho Chico, como é chamado o Rio São Francisco, consiste na transferência de águas do rio para abastecer pequenos rios e açudes da região Nordeste que possui um déficit hídrico durante o período de estiagem. O projeto custará para o Governo Federal cerca de R$ 2 bilhões.

A transposição do Rio São Francisco é uma discussão antiga no Governo Federal. O projeto foi concebido inicialmente em 1995, pelo extinto Departamento Nacional de Obras e Saneamento. Em 1999, o projeto foi transferido para o Ministério da Integração Nacional. Hoje, vários ministérios acompanham as ações do projeto.

O pprojeto que é discutido pelo Executivo, vai além da transposição das águas do Velho Chico. A tranferência de água está incluida no Programa de Desenvolvimento Sustentável para o Semi-Árido e a Bacia do São Francisco. A prioridade, para o Governo Federal, é melhorar as condições de vida da população que vive às margens do rio ou têm no São Francisco o seu meio de sobrevivência.

O orçamento de 2005 encaminhado pelo Governo Federal ao Congresso prevê recursos da ordem de R$ 1 bilhão para a revitalização do rio. Esse sim seria o meio mais correto de melhorar as condições hídricas no nordeste brasileiro é o que afirmam moradores das margens do Velho Chico. A tranposição está agredindo o rio e não vai resolver o problema dessas pessoas, pois se fala em interesses políticos.

Pela proposta de transposição em estudo pelo governo, o rio São Francisco doaria mais de 60 metros cúbicos por segundo de vazão aos açudes e pequenos rios da região. Para o Presidente Lula, a água armazenada vai permitir a interligação de açudes e manter o nível de água em cada um deles – uma forma de garantir o sustento de famílias que vivem na região. Para isso vale lembrar que em todo seu leito o São Francisco está se transformando e formando bancos de areia, devido à falta de assoreamento que não existe mais em seu entorno.

Os estados mais beneficiados seriam a Paraíba, o Rio Grande do Norte e o Ceará. O Rio São Francisco possui 2,8 mil quilômetros de extensão, nasce em Minas Gerais, na Serra da Canastra, e desemboca no Oceano Atlântico, entre Sergipe e Alagoas.

Por Edilanio Oliveira

São Paulo 17 de Março de 2008

Tags: , ,

Uma resposta to “A transposição do Velho Chico”

  1. alessandraoliveira Says:

    gostei da matéria e achei interessante o projeto só tome cuidado, com o título não ser parte do texto..
    um abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: