Archive for the ‘água’ Category

Água, uma riqueza universal

abril 14, 2008

No último dia 22 de março, o planeta comemorou o Dia Mundial da Água. Esse bem tão precioso pode acabar devido a alguns fatores como o desperdício e a falta de políticas públicas para um melhor gerenciamento. Além disso, o desmatamento e a poluição ajudam a aumentar o problema.

A situação atual não é para festejos e em alguns países como Egito, África do Sul, Síria, Jordânia, Israel, Líbano, Haiti, Turquia, Paquistão, Iraque e Índia o momento é de calamidade. No resto do mundo, o cenário não é diferente e tomar cuidado é fundamental.

Para quem pensa que a água é infinita, é melhor rever seus conceitos. O nosso planeta é coberto por 70% desse líquido, mas apenas 0.008% é potável, ou seja, útil para o consumo e apta para suprir nossas necessidades diárias.

Sem essa substância inodora, incolor e insípida, a agricultura não vai para frente e os alimentos diminuem. Com isso, a fome aumenta.

Até o ano de 2027, cerca de 1 bilhão e 800 mil pessoas em todo o planeta tendem a sofrer com a escassez de água.

O consumo sem nexo desse bem líquido pode ser evitado com alguns cuidados básicos. Um cidadão que toma um banho de cinco minutos, não usa esguicho na calçada e utiliza balde em vez de uma mangueira na hora de lavar o carro já ajudou a despejar menos litros de água.

Outras ações úteis na luta contra o desperdício são a troca de ducha por chuveiro e colocar caixa acoplada no sistema de descarga.

Um futuro sem preocupação com a falta de água requer ações no presente e com isso, o Dia Mundial da Água é mais um aliado na luta para conscientizar o cidadão.

Daniel Benfica

Anúncios

Água é vida – Fátima Nakazone

abril 14, 2008

Até 2025, segundo dados da Organização das Nações Unidas(ONU), dois terços da população mundial correm o risco de ficar sem água.

O dia Mundial da água, comemorado dia 22 de março, serve como um alerta, inclusive para o Brasil, que possui 20% da água doce do mundo, mas que distribui mal a água e não cuida corretamente desse recurso natural não renovável. A poluição, o assoreamento, o desmatamento são hoje causa de morte de rios, antes considerados perenes.

Comunidades inteiras que vivem nessa regiões sofrem problemas de saúde causados pela contaminação,falta de saneamento bpasico, presença de mercúrio usado no garimpo e ainda o uso de agrotóxicos próximos a áreas de mananciais.

O consumo nundial de água cresceu duas vezes a população mundial. A falta de água causará uma verdadeira catástrofe, principalmente entre os mais pobres forçando as pessoas a deixar seus lares, provocando uma nova onda de imigração.

A agricultura consome 70% dos recursos de água utilizados. A escassez causará aumento dos preços de alimentos, diminuição da produção de alimentos e como consequência o aumento da fome no mundo

Alguns cientistas prevêem que o aquecimento global causará aumento na ocorrência de secas e o surgimento de mais desertos.

Devemos lutar contra o desperdicio, e tomar consciência que a luta por água limpa e para todos é prioridade, é uma questão de sobrevivência, porque sem água não há vida.

Perigo: futuro sem água

abril 7, 2008

No dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da água. Neste dia, especialistas de todo o mundo discutem diversos temas relacionados à água, com a grande preocupação de fazer com que a população se conscientize sobre o perigo de ficarmos, em um futuro próximo, sem água potável no planeta.

É cada vez mais comum ouvirmos dizer que a água vai acabar, mas o que não fica claro para as pessoas é que a água é um bem natural de grande importância para a vida e que cobre 70% do planeta. Porém desse grande número apenas uma quantidade pequena, cerca de 0,008% é potável, ou seja, própria para o consumo, e é esse pouco que merece cuidados.

O que preocupa de fato são as contaminações cada vez mais freqüentes de rios, lagos e represas, fontes de água potável. A ação predatória do homem ao longo de décadas faz com que a poluição se espalhe e o desperdício se alastre por gerações. Para mudarmos essa realidade é importante cada um fazer o seu papel:

Não jogar lixo nas vias públicas, mares, rios e lagos.

Evitar desperdício de água em torneira, mangueira e chuveiros.

Participar de coleta seletiva, separando o lixo reciclado.

Entre outros pequenos hábitos que contribuem para o crescimento humano e preservação da natureza.

O Dia mundial da água requer ainda muita divulgação, para que seu objetivo principal de criar um momento de reflexão, conscientização e elaboração de medidas práticas seja alcançado e possamos resolver o problema em todo o planeta.

Por: Fabiane Cruz, Silvaneide Duarte e Raquel Gomes

A água, a educação e a nossa responsabilidade

março 30, 2008

Assim como o meu amigo de classe Adilson, também resolvi adiar a postagem do exercício do Dia Mundial da Água para um momento mais propício. Claro, parte disso se deve à minha irritação com as configurações de rede do laboratório da escola. Isso compromete seriamente minha motivação para concluir os exercícios em classe.

Desabafos à parte, quis analisar com um pouco mais de calma a real repercussão do evento. Antes da proposta de exercício, a data era desconhecida para mim. Hoje me animo ao saber que existem iniciativas como estas, embora parte da grande mídia não colabore para que elas sejam divulgadas e adotadas em todas as esferas da sociedade. A conservação e desenvolvimento dos recursos hídricos, em todo mundo, é responsabilidade minha, sua e de nosso vizinho.

Divulgação

Em Amigos da Blogosfera, idealizadores da blogagem coletiva, é ressaltada a importância de darmos as mãos e não esgotarmos nossos esforços em um texto revoltado, na obrigação de ser “politicamente correto” e parar por ai. É preciso vestir a camisa encarar a luta. “A Terra deveria chamar-se Água”, nada mais adequado para definir a importância da preservação.

É hora de promovermos práticas que nos ensinem a olhar para a natureza com a intenção de valorizar e aprender com sua harmonia, ao contrário de somente extrair seus recursos para beneficio de uma única espécie, a nossa.

A conjunção políticas públicas, responsabilidade individual e cidadania é o que definirá o futuro “habitável” de nosso Planeta, sobretudo, a chance de ainda dispormos de água suficiente para as próximas gerações.

Por Carolina Oliveira

“Dia Mundial da Água”

Água: riqueza para uns, despedício para outros

março 28, 2008

Esse texto era para ser escrito na segunda-feira, dia 17 de março de 2008, porém, resolvi esperar os noticiários para acompanhar o que seria falado sobre o Dia Internacional da Água, que por sinal, cairia no sábado, dia 22 de março. Para a minha frustração como estudante de jornalismo quase nada foi noticiado sobre este importante dia, o que me deixou perpléxo, pois esperava que pelo menos a imprensa como um todo desse mais importância ao assunto, principalmente, por causa dos problemas que o mundo passa devido a escassez de água potável em diversos lugares do planeta.

Ironicamente, o que foi falado sobre a água não foi o dia de sua comemoração, mas sim os transtornos que as chuvas causaram na região nordeste do país. Vejam só, uma região castigada pela seca passando por dificuldades causadas pelos temporais das águas de março, não é mesmo uma controvérsia? Para nós sim, mas para os nordestinos esses temporais representam dias melhores pelos quais sempre sonharam ao longo dos anos, pois só quem vive da agricultura sabe o que a falta da água traz para a terra sofrida.
Muitas vezes, ao sair de casa ou em um final de semana prolongado reclamamos do dia chuvoso, porém, não percebemos que a mesma água está sendo importante para o meio em que vivemos. É uma pena que muitos de nós disperdissamos o bem mais precioso do planeta, sem sabermos que esse bem será fundamental para a sobrevivência dos nossos filhos e netos. Talvez devessemos comemorar e não criticar as chuvas que caem em São Paulo, os estragos que acontessem não são culpa dela, mas sim de políticas irresponsáveis, quem sabe deixamos o individualismo de lado e pensamos um pouco mais no meio ambiente, assim com os agricultores nordestinos fazem.
Por Adilson Antônio Pereira RA: 741578-8

Água: indispensável para a vida

março 24, 2008

agua10.jpgDe tão usual, às vezes, esquecemos de quão importante é a água. A usamos em tudo: para tomar banho, cozinhar, lavar e principalmente para beber. Mas o homem vêm utilizando a àgua para fins de desperdício, ao deixar as torneiras abertas, lavando carros e calçadas. Também há o desperdício da própria empresa que distribui água para o estado, a Sabesp. Podemos ver vazamentos em vários lugares, onde litros de água limpa e corrente são perdidos em meio ao descaso e a irreponsabilidade de quem deveria dar o exemplo. Não poderíamos deixar de falar das pessoas que vão em represas e tomam banho lá além de deixar sujeira. Estão colaborando para que a água fique cada vez mais escassa e inútil, pois necessita de mais tratamento e quanto mais demorado é esse tratamento mais tarde chega as nossas casas. Como seria a vida sem água? Talvez não existiria, pois é sabido que um ser humano não pode ficar dois dias sem se reidratar. Mas o próprio homem a cada dia colabora para que esse bem natural aos poucos vai acabando. Cientistas dizem que é questão de tempo para que o mundo fique sem água. Aquela história de que a próxima guerra será por causa da água fica cada dia mais próxima. Petróleo, dinheiro tudo será secundário. Nesse contexto o Brasil aparece como país com maior reserva de água doce do Planeta. Poucos de fato sabem a importância da água para a vida. Mas infelizmente muitos saberão quando esse bem natural faltar. O ser humano somente da valor as coisas quando as perde e assim será quando não tivermos mais água. Muitos sentirão vergonha de disperdiçar bem tão precioso.

Paulo Rodrgio

Vinícius Freitas

Água: Um direito de todos

março 21, 2008

Participe!

Água que nasce na fonte serena do mundo e abre um profundo grotão…
Há muito se canta a água, mas somente há bem pouco tempo nos damos conta que seu consumo indiscriminado e desenfreado está acabando com este recurso natural.
Em um estudo realizado pela ONU em 2000, concluiu-se que, daqui a 20 anos, 45% da população do planeta pode ficar sem água doce.
O Brasil tem 11,6% da água doce do planeta, e está no 70º lugar no ranking mundial dos consumidores, enquanto 20% de sua população (mais rica) desfruta de níveis comparados a de países desenvolvidos no que diz respeito ao acesso de água potável, 20% dos países mais pobres têm cobertura de água inferior a do Vietnã.
Estamos comprometendo este recurso natural, se não mudarmos nossa relação com o consumo de água, as novas gerações serão prejudicadas, é uma questão não somente de educação mas de sobrevivência, respeito ao próximo, refletir sobre nossas atitudes, nossa omissão e falta de urgência é também uma forma de exercer cidadania.
Enquanto os governos devem desenvolver políticas e recursos para manutenção e distribuição da qualidade da água, visando assim ações para economia de seu consumo e distribuição homogênea.

Por Rosana Pires

Exercício 17-3-2008

Tema: Dia Internacional da Água

Desperdício sem consciência é jogar água no lixo!

março 20, 2008

Participe!

Água, fonte de vida e essencial para a existência do planeta. Sem ela nós viveríamos num imenso deserto sem bichos, plantas e sem vida. Podemos encontrar a água de várias formas e em vários locais. Na natureza podemos encontrar a água em três estados: sólido (gelo), gasoso (vapor) e líquido. Ainda classificando a água, ela pode ser: doce, salobra e salgada.
A água do mar é a que mais temos no nosso planeta, mas ela não é boa para ser bebida ou usada nas indústrias. A água doce é a que vem dos rios e lagoas. Também existe água na forma de gelo, que fica nas montanhas mais altas e nos pólos da Terra. Nosso planeta tem água em rios subterrâneos, escondidos.
Um dos principais assuntos discutido no mundo, é que a água em alguns anos irá acabar e num futuro próximo, teremos uma guerra em busca de água potável. Essa preocupação ainda não é tão grande e tão consciente no nosso país (Brasil), pois aqui estão 11,6% de toda a água doce do planeta. Aqui também se encontram o maior rio do mundo – o Amazonas – e o maior reservatório de água subterrânea do planeta – o Sistema Aqüífero Guarani.
Apesar dessa abundância de água em nosso país, a má distribuição da mesma é uma das principais causas de escassez em alguns estados do país, como por exemplo, em Pernambuco onde existem apenas 1.320 litros de água por ano por habitante e no Distrito Federal aonde essa média é de 1.700 litros, quando o recomendado são 2.000 litros.
Por isso, temos que nos conscientizar de que o desperdício da água pode levar a nossa espécie a extinção e quem sabe no futuro seremos alvo dos estudos científicos de como nos auto-eliminamos. Apesar de toda a tecnologia que o mundo nos proporciona, a nossa cabeça e as nossas atitudes são as principais ferramentas para sobrevivermos nessa Nova Era.

Danielle Abdala

Dia internacional da água

O mundo pode vir a acabar em água?

março 19, 2008

Participe!

Muitos países sofrem com a falta de água, e hoje em dia e essa situação tende a piorar se não soubermos cuidar desse “bem” que possuímos.

Racionalizar é uma opção, claro que não agrada a todos, mas colabora tendo em vista um futuro melhor.

Hoje, o Dia Internacional da Água não pode ser mais considerado como uma data de “comemoração” e sim uma data para reforçar ainda mais o principal objetivo do planeta, preservar pra não faltar.

Em breve se não começarmos a conservar as reservas de água, o mundo entrará em uma situação de desespero, gerando assim uma guerra mundial pela água, que valerá muito mais do que petróleo, ouro ou qualquer riqueza, pois água é fundamental para qualquer ser humano, água é vida.

Como todos nós sabemos, nosso planeta é constituído por aproximadamente 70% de água, sendo que 97,5% dessa água é salgada ou imprópria para consumo e 2,493% são pólos congelados ou estão em lençóis subterraneos, e nos restam apenas 0,007% para nosso consumo.

Ainda parece muito?

Cuidar da nossa água é um dever de todos, basta cada um se concientizar e fazer a sua parte!

Marília Campos

Escassez da água causa preocupação no mundo

março 18, 2008

Participe!

Pense no maior rio do mundo, o Amazonas, depois imagine as quedas d’água com os maiores fluxos de água do planeta como Guairá que encobre o lado de Itaipu, ou a queda de Paulo Afonso no rio São Francisco, temos também o Urubupungá no Rio Paraná e os lagos como a Lagoa dos Patos. Agora imagine tudo isso poluído, como será que iremos viver?

Nós, seres humanos, somos compostos de 70% de líquido e a água pura é um dos mais importantes fatores para a conservação da saúde, prevenção das doenças e proteção do organismo contra o envelhecimento.

Cerca de 10 milhões de pessoas morrem anualmente de doenças transmitidas pela água, ou seja, quanto mais lixo é jogado nos rios, açudes, córregos, pior será. Além disso, todos os anos 1,5 milhões de pessoas morrem por falta de água, 90% das quais crianças com menos de 5 anos de idade. Se as pessoas não se conscientizarem sobre a preservação da água em muito em breve, a falta de água será motivo de inúmeros conflitos e guerras entre paises.

O controle da qualidade é uma medida que visa principalmente garantir a saúde da população e deve ser exercida nos meios urbanos e rurais.Sendo assim, a expressão Saneamento Básico é reconhecida no Brasil, no estágio atual, como parte do saneamento do meio que trata de problemas de abastecimento de água, coleta e disposição dos esgotos sanitários, incluindo os resíduos líquidos industriais, controle da poluição.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) comemora no dia 22 de março o Dia Mundial da Água, entretanto as notícias sobre o tema não são muito boas e precisamos mudar esse quadro senão futuramente iremos descongelar as geleiras em busca de água doce para beber.

Por Alessandra Oliveira

falta_dagua.gif